sexta-feira, 15 de outubro de 2010

ESPECIAL GP BRASIL: GP BRASIL, 1981

De volta à Cidade Maravilhosa, a etapa brasileira foi dominada por um argentino. Com a pista molhada, Carlos Reutemann largou na primeira fila, ao lado do pole-position Nelson Piquet, e logo assumiu a liderança. A prova ficou marcada por um episódio polêmico envolvendo Reutemann e seu chefe Frank Williams. Faltando poucas voltas para o fim da corrida, Williams ordenou que o argentino abrisse passagem para seu companheiro de equipe Alan Jones.

Reutemann, no entanto, ignorou o pedido e cruzou a linha de chegada em primeiro lugar. A atitude do piloto gerou um mal-estar com Jones, que expressou sua insatisfação publicamente após a corrida. Já Piquet errou ao largar com pneus slick, apostando que a pista secaria ao longo da prova. O tempo não ajudou e o brasileiro amargou um 12º lugar. Chico Serra, da Fittipaldi, foi ainda mais azarado e abandonou logo após a largada.

Resultado final
1 - Carlos Reutemann - Williams-Cosworth
2 - Alan Jones - Williams-Cosworth
3 - Riccardo Patrese - Arrows-Cosworth
4 - Marc Surer - Ensign-Cosworth
5 - Elio de Angelis - Lotus-Cosworth
6 - Jacques Laffite - Talbot Ligier-Matra

Pole-position - Nelson Piquet - Brabhan-Cosworth

2 comentários:

ANDRE DE ITU disse...

COMO ASSIM??? NÃO DEIXOU O COMPANHEIRO PASSAR??? me desculpem...eu me esqueci que os pilotos de antigamente honravam o que tinham no meio das pernas...VIREI FÃ NUMERO 1 DO REUTEMANN!!!

Igor * disse...

é andré... antigamente era assim!!!