quarta-feira, 6 de outubro de 2010

ESPECIAL GP BRASIL: AS CURVAS DE INTERLAGOS

Vá se acostumando com as belas curvas de Interlagos, nome por nome e sua "história":


Curva "S" do Senna - Durante a reforma que mudou completamente o traçado de Interlagos, o piloto Ayrton Senna propôs que fosse feito um S ligando a reta dos boxes à curva do sol, melhorando o traçado que estava proposto.

Curva do sol – Passou a ter esse nome pois toda vez que se entrava nela o sol atrapalhava a visão do piloto. Esta situação já não ocorre devido a mudança no sentido da curva, agora anti-horário, mas o nome foi mantido.

Curva do lago - Duas pernas, hoje em descida, tem este nome porque ao seu lado está o famoso lago de Interlagos.

Curva do laranja - Devido a dificuldade em contornar a curva por falta de visão total, os pilotos inexperientes, que nas corridas são tratados por laranjas, sempre erram a sua tangência e tiram o pé.

Curva do pinheirinho - Por haver um pinheiro na área de escape da curva, que era sempre atingido quando um piloto perdia o controle do carro e saía da pista, foi dado este nome à curva.

Curva bico de pato - Uma curva muito fechada que tem a forma de um bico de um pato.

Mergulho - Curva que antecede a junção. Esta curva além de ter uma difícil visão, apresenta queda para o lado de fora da pista. Foi exatamente nesta curva que Hamilton ganhou o campeonato de 2008, após ultrapassar (?!) Timo Glock.

Curva da junção - No antigo traçado esta curva ligava o circuito externo ao miolo da pista, atualmente é a junção da parte mista da pista com a subida dos boxes.

Café - Curva que antecede a entrada dos boxes, leva o nome devido à sua pequena angulação.

Um comentário:

Igor * disse...

reta oposta, na direção da placa dos 50m, entrada para a curva do lago... estaremos lá!!!