domingo, 18 de maio de 2008

Mosley: FIA pode perder o controle da Fórmula 1

O britânico Max Mosley, presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), enviou carta oficial nesta sexta-feira ao membros da entidade avaliando que a federação poderia perder o controle da F-1 se ele fosse afastado do cargo no começo de junho.

Lembrando que no próximo dia 3, Mosley enfrentará uma reunião com todos os membros da FIA para a análise do rumoroso escândalo sexual que ele se envolveu e foi denunciado pelo jornal News of the World. Max foi flagrado numa orgia sadomasoquista com cinco prostitutas.

Max Mosley explicou na carta que neste exato momento a FIA "renegocia 100 anos de acordo comercial com a empresa que detém os direitos da F-1 e esse contrato comanda a categoria". Na opinião dele, seria uma irresponsabilidade sair da FIA agora.

No final da carta, Max Mosley reiterou que pretende cumprir integralmente seu mandato na entidade máxima do automobilismo. O britânico está eleito até o final de 2009. Caso Mosley deixe a FIA, rumores colocam Jean Todt (Ferrari) no seu lugar.

2 comentários:

Marcos - Blog da GGOO disse...

O velhote é um cara de pau!!!
Tá apelando, fazendo terrorismo.
Jean Todt pra presidente!!!!

- IGOR! - disse...

round 1... FIGHT!!!