quinta-feira, 1 de maio de 2008

1º DE MAIO DE 1994

Domingo, 1º de Maio de 1994. Era dia de corrida, Senna era o pole-position. Era a chance de começar a recuperação no campeonato. A narração é de Galvão Bueno.

A largada. Senna larga bem, Schummy em segundo. Batida. Jos Verstapen fica parado, Katayama, bate eu seu carro, destroços voam para todos os lados, torcedores feridos. Safety car.

Longas 7 voltas atrás do Safety car. Relargada. Senna sai novamente em primeiro, completam a 8º volta. Tamburello.

Senna bate forte...silêncio. Demora. Um movimento de cabeça. Uma esperança. Tensão. Nada dos médicos chegarem. Helicóptero. Apreensão. Senna é levado de maca ao hospital. Sangue. Muito sangue na pista.

Dor. Sofrimento. Angústia. A corrida não interessa mais. Fim de prova, vitória de Schumacher. Ligo o rádio, na Jovem Pan. As informações são de coma induzido. Apreensão.

14:02, TV na Globo ligada. Plantão. Roberto Cabrini: "Morre Ayrton Senna, uma notícia que ninguém gostaria de dar".

Choro, muito choro. Senna se foi!

2 comentários:

Marcos - Blog da GGOO disse...

Me lembro de toda essa sequência acima, eu assistia a corrida, é um filme na minha cabeça.
Custei a acreditar, por dias, que era verdade.
Mas...em nossas memórias e corações, ele viverá eternamente.
VALEU SENNA!!!

- IGOR! - disse...

mesmo tanto tantos anos depois, tb me lembro perfeitamente dessa seqüência de fatos descrita acima... só que não consegui chorar, fiquei em choque, passei mal por uns dias... SENNA, SIMPLY THE BEST!!!