segunda-feira, 21 de setembro de 2009

BRIATORE BANIDO DA F-1 (RENAULT NA CONDICIONAL)

A decisão da FIA hoje selou o fim da era Briatore na Fórmula 1.

Por um período ilimitado, a FIA não lhe dará o direito de dirigir nenhum evento internacional, copa, troféu, torneio ou série envolvendo seu nome nem dar licença para que um time o tenha como dirigente, incluído ai a GP2.

A FIA também não permitirá que ele acesse os departamentos sob jurisdição da entidade, boxes e paddocks.

A FIA não dará licença a nenhum piloto associado (por meio de contrato ou algo do gênero) a Briatore, ou nenhum entidade ligada a seu nome.

É...fim de uma história, cheia de controvérsias. Onde a tal da lei de Gerson (aquela de levar vantagem em tudo) era seguida ao pé da letra.

Ganhou títulos, sim. Mas diante de tantas irregularidades, estas conquistas foram esquecidas.

A Renault se livrou, apenas com um puxão de orelha. Se repetir a dose, gancho de dois anos. Pat Symonds, recebeu uma suspensão de 5 anos.

Fico com a pergunta: O que acontecerá com a GP2? O que acontecerá com os pilotos gerenciados pelo italiano? O que acontecerá com Nelsinho Piquet?

2 comentários:

- IGOR! - disse...

nenhuma surpresa no desfecho desse caso!!!

Marcos - Blog da GGOO disse...

Isso já era previsto e esperado.
Agora que o sr. velho decrépto nazista pederasta FDP Max Mosley conseguiu escurraçar Briattore da F-1, que aliás, era o que mais queria antes de sua saída, já pode até se aposentar mais cedo.
"Vaia com Dios" Briattore, Symonds, Max...só falta o Bernie!!
E relembrando, M.M.M....M.M.!!!!