quarta-feira, 6 de maio de 2009

A FÓRMULA 1 DOS SONHOS EM SÃO PAULO

Por Castilho de Andrade
Diretor de Imprensa do GP Brasil de F1

McLaren, Tyrrell, Brabham, Lotus, Williams, March, Ferrari. A primeira etapa da Historic F1 no Brasil trará para o autódromo de Interlagos alguns dos carros que correram no antigo traçado de 7.960 metros na década de 70 e também no autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, nos anos 80. Todos rigorosamente iguais como eram no passado. Quem já admirou e se emocionou com esses monopostos de três litros terá a chance de revê-los. Quem não acompanhou de perto a Fórmula 1 das décadas de 70 e 80 poderá observar como os carros mudaram ao longo dos anos e o que exigiam dos pilotos.
Há muitas preciosidades na pré-lista de inscritos para a etapa brasileira. A McLaren M23, por exemplo, um carro que resistiu a quase seis anos, obteve 16 vitórias na Fórmula 1 e deu o bicampeonato mundial a Émerson Fittipaldi, em 74, e também o único título da carreira do inglês James Hunt, em 76. Desenhado por Gordon Coppuck, o M23 ainda foi pilotado, entre outros, por Denny Hulme e Nelson Piquet, em seu primeiro ano na F-1.
A Tyrrell 001 nunca correu no Brasil. Foi um dos carros do tricampeão mundial Jackie Stewart entre 70 e 71, desenhado por Derek Gardner. Como a McLaren M23, também utilizava motor Ford Cosworth. Outros modelos da Tyrrell que estarão em Interlagos são 007, pilotado por Ronnie Peterson, Jody Scheckter e Patrick Depailler, também de Derek Gardner, e a 009, do projetista Maurice Phillippe, que Jean Pierre Jarier e Didier Pironi correram entre 79 e 80.
Com sete vitórias entre 79 e 82, a Brabham BT-49, equipe de Bernie Ecclestone, deu a Nelson Piquet seu primeiro título mundial em 1981 quando seu companheiro era o mexicano Hector Rebaque.
Já a Williams FW08, do projetista Patrick Head, foi o carro que deu o título mundial ao finlandês Keke Rosberg, em 1982. A March, equipe de Max Mosley, lançou o modelo 761 em 1976. Projetado por Robin Herd, o carro foi pilotado, entre outros, por Ronnie Peterson, Vitorio Brambilla e pelo brasileiro Alex Dias Ribeiro.
Outros carros da pré-lista são o Hesketh de James Hunt (74/75), a Wolf de Jody Scheckter e Keke Rosberg (78/79), a Shadow de Jean Pierre Jarier (75 a 77), o Ensign 180 de Clay Regazzoni (80/81) e o Theodore TR1, do projetista Ron Tauranac, que Keke Rosberg pilotou em 78.
Entre os pilotos inscritos estão Mauro Pane, ex-piloto da F3 italiana, campeão de 2008, o inglês Steve Hartley, bicampeão (2006/2007), Peter Dunn, ex-piloto de testes e de F-Ford, Richard Eyre que correu em diversas categorias européias e o dinamarquês Peter Wunsch, que disputou provas de Speedway na Alemanha antes de correr na HFO.

INGRESSOS
Os ingressos para assistir à primeira edição da Historic Formula 1 em Interlagos já estão à venda no site oficial do evento.
Para o evento, que acontece nos dia 15 e 16 de agosto, estarão disponíveis os setores A (em frente à reta dos boxes), B (em frente à largada, aos boxes e ao pódio) e M (em frente aos boxes e ao início do “S” do Senna). Os ingressos custarão a partir de R$ 180 e serão válidos para os dois dias de programação. Também serão vendidos pelo site ingressos para a área vip mais nobre do autódromo, o Historic Paddock Club, localizado sobre os boxes e com ampla vista do circuito. O pagamento deverá ser feito com cartão de crédito Mastercard ou Dinners.
No sábado acontecem um treino livre às 11h30 e um treino classificatório às 14h. No domingo, haverá um warm up às 8h20 e a prova final às 11h30, com duração de 30 minutos e transmissão ao vivo pela Rede Globo. Antes da largada, carros históricos farão um desfile na pista. Completam o evento treinos e provas da Porsche Cup e do Trofeo Maserati. Para o domingo do evento, são esperadas no autódromo 20 mil pessoas.
A Historic Formula 1 é realizada em circuitos clássicos da Europa desde 1995 e esta será a primeira vez que deixará o continente. Este ano, além do Brasil, compõem o calendário Spa (Bélgica, em 26/04), Monza (Itália, em 07/06), Brands Hatch (Inglaterra, em 05/07), Nürburgring (Alemanha, em 27/09) e Jarama (Espanha, em 25/10) .

Para ver o mapa de setores, a tabela de preços e garantir seu lugar para assistir ao Historic F1 - GP Brasil no autódromo de Interlagos, visite a seção "ingressos" do site.

fonte: historicf1.com.br

NB: não esperava ingressos tão caros, mas é bem provável que eu vá.
Pra galera que só conhece F-1 da era Schumacher em diante (nada contra), é uma excelente oportunidade de ver o que era a (saudosa) F-1 de verdade.

5 comentários:

Andrews disse...

Opa... estaremos lá!!!

A. ROQUE disse...

Estarei lá!

Rodrigo Cabral disse...

Venda casada!!! 2 dias!!! isso não pôde!

Muitos tem trabalho e estudo no sábado(meu caso!), sem falar no valor para o setor A..salgadinho hein...

Rodrigo Cabral disse...

Mais até que é interessante ver estas baratas modernas roncando novamente...quem guiará o Maclarem do Senna? será o Bruno? será? ou o rival de pista Piquet?

Rodrigo Lopes - O Moconauta disse...

Vcs podiam me dar de aniversário... ;-)