sexta-feira, 22 de maio de 2009

PANELA DE PRESSÃO - MÔNACO AMEAÇA DEIXAR F1

A provável saída da Ferrari da F1 pode acabar com a prova mais tradicional da categoria. Rumores indicam que a organização do GP de Mônaco não está disposta a renovar o contrato de realização da corrida caso a equipe italiana confirme que não participará do campeonato de 2010. A informação é do jornal "La Stampa".

Depois das ameaças de times apoiados por montadores, como Renault e Toyota, e de pilotos, como Fernando Alonso e Felipe Massa, a etapa monegasca seria o primeiro GP afetado pela recente briga entre as equipes e a FIA por conta do regulamento do ano que vem.

A partir da próxima temporada, os times que não seguirem o teto orçamentário de £ 40 milhões (R$ 129 mi) vão ter limitações técnicas. Aqueles que adotarem o limite de gastos receberão em troca benefícios no campo tecnológico.

A Ferrari não concorda com isso, considerando que existirá dois regulamentos diferentes em um mesmo campeonato. A Federação Internacional de Automobilismo, via Max Mosley, está irredutível e não aceita mudar as regras, usando como argumento o interesse de novas equipes, que querem entrar na categoria justamente por causa da redução de custos.

Os dirigentes de Maranello tentaram tirar esse item do regulamento com um processo na justiça da França, onde fica localizada a sede da FIA, mas não tiveram sucesso.

FONTE: Grande Prêmio

3 comentários:

- IGOR! - disse...

sem ferrari e mônaco a coisa fica bem estranha, desfigurada... qdo a f-indy "rachou", o lado que ficou com as 500 milhas foi o que sobreviveu!!!

Little Lucy disse...

MORRI =(

Marcos - Blog da GGOO disse...

MMM!! (Morra, Max Mosley!!)
Decrépito, nazista, fela..