quinta-feira, 9 de outubro de 2008

MÔNACO, BIOCOMBUSTÍVEIS E O FUTURO...

Como bem dissemos ontem, o futuro dos automóveis (e porque não da sociedade) depende de atitudes concretas que geram uma transformação do atual status quo para um novo paradigma baseado no desenvolvimento das nações atrás de um atuação mais economicamente sustentável, socialmente justa e ecologicamente correta.

Diante deste quadro, vozes em prol desta mudança começam a surgir timidamente através de ações concretas (e não como aquela marca de pneus japoneses que pinta o pneu de verde para conscientizar as pessoas e pouco ou nada faz para melhorar todo o resto). Uma das primeiras personalidades realicionadas a Fórmula 1 a assumir a causa é o Príncipe Albers de Mônaco querendo a utilização de biocombustíveis em seu GP, substituindo a tradicional gasolina.

Uma idéia que deve ser aplaudida e comemorada. É através de atitudes assim que a transformação do mundo se consolida. Notícia positiva também para o Brasil, detentor da melhor tecnologia sobre biocombustíveis do mundo.

Sinceramente torço para campanha pelo uso de Biocombustíveis na F-1 dê certo e que o seu sucesso seja imediato...só espero que não chamem o presidente Lula para ser um dos padrinhos desta causa.

3 comentários:

Duff disse...

Boa!

Parabéns ao Príncipe Albert. Esse certamente tem gabarito pra ser ouvido.

- IGOR! - disse...

isso sim seria uma atitude real (literalmente), pq de nada adiantaria o prínicipe mandar pintar os guard-rails ou as paredes do túnel de mônaco de verde, rsrsrs!!!

Marcos - Blog da GGOO disse...

Taí uma proposta sensata e perfeitamente viável com relação a conscientização de preservação do meio ambiente, e não aquela patacoada de pintar pneu....
Muito bom príncipe Albert, continue assim e o convidaremos para integrar a GGOO!!!