quinta-feira, 11 de novembro de 2010

E A VIRGIN NÃO É MAIS VIRGIN...


A Virgin anunciou nesta quinta (11), em conferência de imprensa em Abu Dhabi, a venda da parte majoritária de suas ações para a montadora de carros esportivos Marussia, que hoje é patrocinadora da equipe, informa o site Grande Premio.

O novo nome do time é Marussia Virgin Racing. Apesar disso, o time diz que a venda não vai ocasionar mudança em sua estrutura — ao menos, não por enquanto. "Nosso primeiro ano na F1 foi duro — ainda mais porque lançamos a equipe em meio a uma recessão mundial", disse Richard Branson, co-proprietário do time.

"A Virgin está muito contente de assegurar um parceiro que compartilha de nossa visão e de nosso espírito de desafiar o que aí está. Estamos ansiosos para trabalharmos juntos a fim de fazer a equipe subir no grid da F1", emendou Branson.

Horas antes da confirmação oficial, Nikolai Fomenko, dono da Marussia, havia revelado o teor do anúncio à agência estatal 'Ria Novosti'. Além de assegurar que o carro de 2011 será apresentado na Rùssia, Fomenko manifestou interesse na contratação de Vitaly Petrov, único russo da F1. Mas não para o ano que vem. "Hoje não posso dar a ele um carro competitivo. E ele precisa continuar a carreira em um carro rápido. Só espere por mais uma temporada", declarou, como promessa.

Fomenko exaltou a aquisição, que vai permitir mais visibilidade para a empresa de carros esportivos. "Esta é a realização de um sonho para a Marussia. Enquanto construímos, lançamos e trabalhamos o marketing do B1, do B2 [modelos da marca] e de outros conceitos na Europa, temos uma equipe de F1 para promover tais atividades e demonstrar ao mundo que uma nova montadora chegou da Rússia com ambições internacionais verdadeiras", falou.

Com a venda da maior parte — a porcentagem não foi revelada — de suas ações, a Virgin tenta consolidar o caminho para se tornar uma equipe com melhores resultados. Neste ano, o time ficou entre Lotus e Hispania. O diretor-executivo da Marussia Virgin, Graeme Lowdon, acredita que a entrada da montadora russa é o que a equipe precisava para se desenvolver. "Este anúncio solidifica nosso lugar no grid da F1 e é um testemunho do trabalho duro e da dedicação de cada membro da equipe."

3 comentários:

ANDRE DE ITU disse...

quem tirou o ``SELINHO`` da VIRGIN??? KKKKKKKKK

Igor * disse...

deviam tirar o "selinho" do glock-fdp!!!

Marcos - Blog da GGOO disse...

É, como disse o Branson, referente ao primeiro ano da Virgin: "Foi duro"!!