segunda-feira, 26 de outubro de 2009

BRAWN, BARRICHELLO E INTERLAGOS*

* Por Teo José

O jornal espanhol AS, na sua edição de domingo, afirmou que a Brawn GP prejudicou Rubens Barrichello no GP Brasil. A publicação subscreveu alguns trechos do diálogo do piloto com o pessoal de box quando Rubens, depois da primeira parada, pergunta à equipe o que estava acontecendo com o carro - que ficou mais difícil de pilotar e lento. A calibragem dos pneus estaria mais baixa. O box dizia que estava tudo bem e para ele ficar tranqüilo. O jornal disse, também, que a equipe resolveu colocar mais combustível do que o planejado inicialmente nesta primeira entrada nos boxes. Com isto, ele perdeu mais posições. Depois, todo mundo já sabe o fim da história.

Pode ser uma “viagem”, mas quando terminou a prova ainda comentei com o Claudio Carsughi e Felipe Motta da queda de rendimento do piloto depois do primeiro pit stop. Pensei que poderia ter sido um acerto para chuva que não veio. Mas na primeira parte da etapa ele estava rápido, tanto que ficou à frente de Webber. No fim da corrida Barrichello abraçou seu companheiro, correu para os boxes, reaparecendo depois, e ainda comemorou com a equipe no fim da tarde. Não fez nenhuma afirmação neste sentido.

Foi estr,anho sim. Ele em certos momentos, passou a ser um dos mais lentos da pista e Button só virou mais rápido do que o companheiro depois da primeira parada. Não falei com o piloto depois da prova, mas estou ainda com uma pulga atrás da orelha sobre o que realmente rolou. Não que ele venceria a corrida, seria bem complicado. Mas terminaria, sem o problema do furo mais na frente, em segundo talvez. O furo aconteceu. Aliás, o pneu ficou com uma parte rasgada.

2 comentários:

- IGOR! - disse...

será??? seria fácil de fazer e imperceptível aos olhos do grande público...

Marcos - Blog da GGOO disse...

Que ele não ia vencer, na pista, isso a gente q tava lá percebeu, pq mais leve, com 5 voltas a menos de combustivel, ele não abria do Webber, era claro que perderia a posição nas paradas.
O furo não questiono, mas q dá pra ficar na dúvida quanto ao resto, isso dá.