segunda-feira, 26 de outubro de 2009

F1: DANDO VOLTA NO SEGUNDO COLOCADO

O pessoal do F1Brasil Forum fez um interessante levantamento dos pilotos que na F1 já venceram uma corrida dando uma volta ou mais no segundo colocado.

Segue a listagem abaixo:

Juan Manuel Fangio - 3 vitórias
Mônaco 1950 - 1 volta - A. Ascari (Ferrari)
Itália 1954 - 1 volta - M. Hawthorn (Ferrari)
Inglaterra 1956 - 1 volta - P. Collins/Alfonso de Portago (Ferrari)

J. Parsons - 1 vitória
Indianapolis 1950 - 1 volta – B. Holland (Deidt-Offenhauser)

Alberto Ascari - 2 vitórias
Inglaterra 1952 - 1 volta - P. Taruffi (Ferrari)
Argentina 1953 - 1 volta - L. Viloresi (Ferrari)

S. Moss - 1 vitória
Portugal 1959 - 1 volta - M. Gregory (Cooper-Climax)

D. Gurney - 1 vitória
França 1962 - 1 volta - A. Maggs (Cooper-Clímax)

J. Clark - 2 vitórias
Holanda 1963 - 1 volta - D.Gurney (Brabham-Climax)
EUA 1966 - 1 volta - J.Rindt (Cooper-Maserati)

G. Hill - 1 vitória
Mônaco 1964 - 1 volta - R. Ginther (BRM)

J. Brabham - 1 vitória
Holanda 1966 - 1 volta - G. Hill (BRM)

D. Hulme - 2 vitórias
Mônaco 1967 - 1 volta - G.Hill (Lotus-Climax)
Canadá 1968 - 1 volta - B.McLaren (McLaren-Ford)

J. Stewart - 3 vitórias
Espanha 1969 - 2 voltas - B. McLaren (McLaren-Ford)
Inglaterra 1969 - 1 volta - J. Ickx (Brabham-Ford)
Espanha 1970 - 1 volta - B. McLaren (McLaren-Ford)

E. Fittipaldi - 1 vitória
Inglaterra 1975 - 1 volta - J. C. Pace (Brabham-Ford)

M. Andretti - 1 vitória
Japão 1976 - 1 volta - P. Depailler (Tyrrell-Ford)

R. Patrese - 1 vitória
Mônaco 1982 - 1 volta - D. Pironi (Ferrari)

Elio de Angelis - 1 vitória
San Marino 1985 - 1 volta - T. Boutsen (Arrows-BMW)

Alain Prost - 2 vitórias
Inglaterra 1985 - 1 volta - M. Alboreto (Ferrari)
Áustria 1986 - 1 volta - M. Alboreto (Ferrari)

M.Schumacher - 1 vitória
Brasil 1994 - 1 volta - D. Hill (Williams-Renault)

D.Hill - 1 vitória
Austrália 1995 - 2 voltas - O. Panis (Ligier/Mugen-Honda)

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

O primeiro piloto a vencer uma corrida com uma ou mais voltas no 2º colocado foi o argentino pentacampeão mundial Juan Manoel Fangio no Grande Prêmio de Mônaco de 1950. O último foi o inglês Damon Hill no GP Austrália 1995, ainda disputado no circuito de Adelaide.

Os pilotos com mais vitórias nessa condições foram Jackie Stewart (tricampeão 1969, 1971, 1973) e Juan Manuel Fangio (pentacampeão 1951, 1954 - 1957). Cada um com 3 vitórias.

Emerson Fittipaldi foi o único piloto brasileiro a vencer uma corrida com uma ou mais voltas de vantagem sobre o 2º colocado.
Dobradinha brasileira: Emerson venceu com uma volta de vantagem sobre Pace em Silverstone, em 1975. A corrida foi encerrada antes do final porque 12 pilotos (Pace entre eles) bateram.

Isso aconteceu no Grande Prêmio da Inglaterra de 1975 no circuito de Silversone. Fittipaldi guiava ainda o seu McLaren-Ford, o 2º colocado foi o também brasileiro José Carlos Pace, equipe Brabham-Ford.

Apenas Jackie Stewart e Damon Hill, ambos britânicos, conseguiram a façanha de vencer uma corrida com 2 voltas de vantagem sobre o 2º colocado numa corrida de F1. Todos os outros pilotos venceram com 1 volta de vantagem sobre o 2º colocado. Ainda há de surgir o piloto que vença uma corrida com 3 voltas ou mais voltas de vantagem sobre o 2º colocado...

O americano Johnnie Parsons, nome desconhecido na F 1, venceu a 500 Milhas de Indianapolis de 1950 com 1 volta de vantagem contra o também americano Bill Holand. Embora muito raramente um piloto de F 1 corresse na tradicional prova ocorrida no circuito oval de Indianápolis, essa corrida consta nos registros da F 1, já que de 1950 a 1960 a 500 Milhas valia pontos para o campeonato.

Ayrton Senna e Nelson Piquet NUNCA venceram uma corrida com uma volta (ou mais) de vantagem sobre o 2º colocado.

Michael Schumacher teve somente 1 única vitória assim (GP Brasil 1994). O 2º colocado em questão era o inglês Damon Hill da equipe Williams-Renault. Vale lembrar que nessa mesma corrida, Ayrton Senna antes de abandonar era o 2º colocado e estava na mesma volta de Schumacher.

Falando em Damon Hill, por incrível que pareça, este também já venceu uma corrida assim (GP Austrália 1995). Michael Schumacher, principal rival de Hill, havia abandonado a prova. Outro piloto que também surpreendeu ao vencer uma corrida com 1 volta de vantagem foi o italiano Ricardo Patrese. Patrese guiando uma Brabham-Ford venceu o Grande Prêmio de Mônaco de 1982 em 1h54m11s259. O 2º colocado foi o francês Didier Pironi, da equipe Ferrari.

17 pilotos, até o presente momento.

É interessante notar que esses feitos grandes só acontecem com no máximo uns 20 pilotos, como por exemplo ganhar um título mundial. Devem ter uns 29, eu acho, pilotos com títulos. Uns poucos mais de 20 que tem hat-trick (pole, melhor volta e vitória na mesma corrida), alguns outros 20 tem um grand chellem (hat-trick e liderança de ponta a ponta).

2 comentários:

- IGOR! - disse...

interessante... hoje em dia a coisa tá bem mais competitiva, será muito difícil a gente voltar a ver um piloto vencer com tanta vantagem!!!

Marcos - Blog da GGOO disse...

O texto fala que "ainda há de surgir o piloto que vença uma corrida com 3 voltas ou mais voltas de vantagem sobre o 2º colocado... "
Na F-1 atual, vencer com mais de 20 segundos já está sendo um grande feito!!
Se tiver que brigar contra a equipe então....
Mas os dados são interessantíssimos, grande trabalho do site, parabéns.