segunda-feira, 19 de outubro de 2009

GP BRASIL: A BATIDA DO FINAL DE SEMANA

Pelo menos, para nós lá do setor G, a batida do final de semana foi essa:



Assustadora.

11 comentários:

Rodrigo Cabral disse...

Pancada bem forte..o intrigante é..qual o motivo do Safety Car não entrar naquele momento?

Como vimos ao vivo, a reta oposta ficou com detritos que poderia não só causar outro acidente como porém, até mais assustador!

Fica a indignação quanto a direção de Prova.."foram o bola mucha da corrida"

Anônimo disse...

O safety car não entrou porque o carro estava na área de escape e não representava perigo na hora de guinchá-lo. Já os detritos, como eram pequenos, não havia necessidade de SC pois os fiscais de pista estão lá para isso, e assim o fizeram.

Daniel Macarenco disse...

Mas demorou uma cacetada de tempo para retirarem os detritos e tres carros passaram em cima dos mesmos e talves tenham sido danificados. Um deles foi o Rubens, se isso causou o pneu furado eu não sei, mas que é uma possibilidade, é sim.

Outra. segurança dos fiscais. Carros passando a mais de 250 por hora são perigosos e pode-se até dizer que é só lá e pegar, mas e o fiscal não perceber o carro? O que tava lá teve sorte, pois não passava nenhum, se um estivesse passando ele se ferraria porque escorregou e perdeu tempo, o que poderir vir a ser trágico.

Os pedaços não eram tão pequenos.

Ultrapassar ali ficou inmpossivel.

Rodrigo Lopes - O Moconauta disse...

coincidentemente nenhum piloto mais arriscou sequer fugir do traçado depois do acidente.

Rodrigo Cabral disse...

Reafirmo, Safety Car deveria ter entrado sim! a direção de prova foi cometida! faltou uma pressão!

A reta oposta é estreita..fiscais entraram na pista para catar pequenas (grandes) partes..foi algo bizarro o que vi! olha que a torcida ainda ficou (de pé na tela) assustada com a coragem (avisando dos carros) dos fiscais.

Pequeno pedaço pode sim fazer a diferença, que o digo o pequeno GGOO!!!louco que teve a oportunidade de ganhar um pequeno pedaço do revestimento da carenagem do F1..material altamente cortante. Imagina em um pneu aquecido em ponto de desgaste..que talo exemplo do ocorrido com o nosso Brazuca!

Indignado com a direção de prova, jamais com o Barrica!

Rodrigo Cabral disse...

cont.

Mesmo o carro acidentado estanto em área de escape..era preciso, repito, a limpeza da reta oposta.

Simples fato de, naquele ponto ser precedido do trechode maior velocidade do autódromo, seguindo adiante da freada brusca em compasso com a curva de raio fechado.

Qualquer outro F1 poderia passar sobre um pequenino detrito, estourar um pneu traseiro, acarretando a perda de controle e outra batida fortíssima..levando até a possibilidade de acertar outro veículo.

E aí? visualize bem a reta oposta..a velocidade final dos carros..a curva a seguir..largura da pista..ondulações no asfalto naquele trecho.......

Reveja algumas entradas do Safety Car em corridas anteriores desta temporada..e tire a sua conclusão.

daniel disse...

Quem ganho o material fui eu! Hehe.

Cortei o dedo só de tocar, material corta mesmo.

- IGOR! - disse...

ao vivo a pancada foi muito mais espetacular... por pouco o naka não acerta o carro na curva e aí sim a coisa seria feia... e até agora não entendi pq o safety car não entrou!!!

Marcos - Blog da GGOO disse...

Pra quem viu pela TV, podia não parecer, mas tinha muita sujeira na pista, tanto que como já disseram aqui, nenhum carro mais se arriscou a passar ali pela direita, só o Kova, e levantou um sujeirão danado.
Ponto negativo para a direção de prova.

Marcos - Blog da GGOO disse...

Ah, e eu tb tenho um pedaço do bico do carro do Grosjean, o carinha do resgate lá foi legal e arrumou pra gente.

Anônimo disse...

Não havia a necessidade do SC senão a direção de prova não hesitaria em coloca-lo na pista, a possibilidade de um detrito daquele tipo (carenagem ) furar um pneu de F-1 em movimento é muito pequena, pois apesar de ser um material cortante ele se quebra com facilidade. Se fossem peças de metal as chances de furar são um pouco maiores.
A segurança dos fiscais é algo treinado a exaustão antes de qualquer GP, seja aqui quanto em outra parte do mundo, todos possuem rádios comunicadores, eles não contam com a sorte e sim com o treinamento, pois no início da reta oposta existe uma cabine de fiscais para orientá-los da aproximação de algum carro assim autorizando sua entrada, além da bandeira amarela com listras vermelhas sendo mostrada indicando sujeira na pista. Além da bandeira amarela avisando aos pilotos da presença de fiscais. Pode se ver que acidentes com fiscais de pista, pelo menos na F-1, é algo raríssimo, senão impossível de acontecer. Ao contrário da F-Indy. Os fiscais não devem e nem podem perder a concentração olhando pra torcida.
Já pensou se em Mônaco fosse entrar o SC toda vez que um carro quebrasse a carenagem de outro ? Não haveria uma volta sequer.