sexta-feira, 12 de junho de 2009

COLUNA DO ROQUE: TORCEDORES E TORCIDA

Diante de todo assunto envolvendo a politicagem na Formula 1, um assunto tão importante quanto foi deixado de lado: a presença de público nos autódromos do mundo. Como frequentador assíduo das pistas de corrida e presente nos últimos 14 GPs Brasil, pude acompanhar algumas mudanças ocorridas neste período no que tange ao público.

É notório que, principalmente durante o GP Brasil, as condições são precárias para o público que fica nos setores mais baratos. Pelo preço que se paga no ingresso, não há banheiros suficientes, a comida e de péssima qualidade, cara e geralmente existem poucas opções, além de todas elas virem frias. Não existe uma comodidade nem na hora de comprar os ingressos, que tem um pseudo número de assento.

Sob o ponto de vista do torcedor comum, isso é péssimo. Para os fanáticos, como o pessoal da GGOO, isso é motivo de encontros e diversões. Porém, não é só de fanáticos que os autódromos são frequentados, a maioria pouco entende efetivamente do assunto e são eles que ficam decepcionados.

Faltam atrações diversas que façam o público ficar e não correr para ficar na fila sem ao menos o treino terminar. Falta condições para aguentar as 7 horas entre a abertura dos portões e a largada.

Falta um maior contato entre público e competidores e não só um caminhão passando em alta velocidade. Falta um contato mais humano, menos focado só nos negócios. Isso parece, do jeito em que está, estádio de futebol, onde você vai torcer mas não tem a mínima condição de ficar confortável, sob nenhum aspecto extra-jogo.

O resultado disso é que, com ingressos caros, falta de atrações, péssimas condições, o povão não vai e sobra para as "organizadas"/ fanáticos preencherem os espaços, uma vez que a parte vazia é cada vez maior.

A torcida apoia, incentiva, grita, inflama e desestabiliza pilotos, mas o povão dá a sensação de arena cheia, lotada, de calor humano.

E é essa falta de contato faz com que ídolos se tornem menos ídolos e tudo fica descartável, inclusive a F-1.

Senão, só sobrará histórias de GPs maravilhosos assistidos com pessoas fantásticas, principalmente aqueles que fazem parte da GGOO.

4 comentários:

- IGOR! - disse...

e se o campeonato for decidido antes, a tendência é boa parte da galera que comprou ingresso "debandar geral", vai ter cambista-fdp morrendo com ingresso na mão esse ano, huahuahua!!!

ah, com a GGOO a diversão tá garantida... todo mundo já contando os dias pra fila!!!

Marcos - Blog da GGOO disse...

Igor, infelizmente vai estar decidido quando chegar aqui, e eu vou adorar ver cambista vendendo 2x1!
E daqui alguns anos vamos falar - "lembra há 20 anos atrás, quando existia a F-1 e agente ia pro autódromo e fazia aquela bagunça toda? Aaahhhh...bons tempos!!!
Uma pena que acabou"

É bem capaz de acontecer isso, do jeito que as coisas vão!!

Por isso que sempre digo: M.M.M.!!!

fabricio disse...

Temos achar um lado bom nas coisas, egoisticamente falando, se tiver cambista vendendo 2x1 serei obrigado a fazer uma aquisição...

Marcos - Blog da GGOO disse...

Já pode ir separando a grana...