sexta-feira, 5 de junho de 2009

COLUNA DO ROQUE: A ÉTICA DE HOMER SIMPSON

O mundo do automobilismo vive uma fase negra. Nunca antes na história deste esporte (epa!) os aspectos políticos estiveram tão a frente dos pilotos e carros como agora. Mesmo nas grandes transformações da categoria, no fim dos anos 60 e no fim dos anos 80, o esporte perdeu o seu valor como agora.

Os pilotos são meros fantoches das decisões a eles impostas. Nessa hora, faltam-lhes personalidade para correr atrás das suas próprias decisões, mas isso também é entendível, é mais fácil ser bem remunerado para ficar quieto e fazer o que os seus engenheiros e chefes do que fazer alguma declaração bombástica que pode, no futuro, prejudicar os seus rendimentos.

A verdadeira ética de Homer Simpson entra em cena da F-1. Quem de nós só quer "fazer o seu" e deixar que os outros se virem? Quem de nós não quer ser milionário por alguns instantes e esquecer "dos problemas da vida"? Quem de nós nunca culpou os outros para justificar o seu desinteresse ou mais ainda para justificar o seu próprio erro?

Isso tudo caracteriza o quanto é fácil "abaixar a cabeça" ao invés de lutar pelos seus objetivos. Limpar rodas, pilotar com a faca nos dentes, ganhar a corrida para ter dinheiro para correr na próxima? Cadê a personalidade de todos?

Cadê aquele piloto que fala o que pensa, abertamente, que fuma o seu cigarro enquanto dá uma entrevista para televisão, que esconde o papel higiênico para prejudicar o companheiro de equipe?

Esse mundo certinho demais deixa todos nivelados pelo pior nível possível, a mediocridade. Falta gente que fala. Falta gente que faz.

É por essas e outras que as coisas vão mudando e passamos não mais a torcer por um piloto, todos são iguais, são commodities, se não vier esse, que venha o outro. Essa é a safra do automobilismo brasileiro, do automobilismo mundial. Tudo é descartável por ser tudo igual.

Infelizmente os torcedores de verdade não tem voz ativa, não são chamados à participar...e nos resta apenas torcer para que a ética de Homer Simpson seja, também, uma fase passageira e que essa relação pilotos X público X esporte, volte a encantar, por que, sinceramente, eu cansei!


Para encerrar, deixo o nosso luto às famílias dos envolvidos no desaparecimento do Voo 447. Nossas condolências.

2 comentários:

Marcos - Blog da GGOO disse...

Concordo em gênero, número e grau!
E não é de hoje que falamos exaustivamente dessa situação. Até comentei disso num post abaixo.
Não é só vc não, tem mais gente cansada dessa m.... toda.

- IGOR! - disse...

não fala assim do homer não... ele é um dos meus heróis favoritos, rsrs!!!