quinta-feira, 12 de junho de 2008

O NOVO BARRICHELLO



Nick Heidfeld, definitivamente, é o novo Rubens Barrichello. Vejam só o por que.

- O cara tem um desempenho arrasador nas categorias de base. Chega à Fórmula 1 com status de futura estrela do circo. Estréia a bordo de um carro problemático, em uma equipe zoneada. Mas mostra serviço, apesar dos pesares.

- Vê sua cotação subir rapidamente. É tido como um campeão do mundo em potencial. Até que pinta uma vaga em equipe de ponta, à qual ele é o favorito. Mas o escolhido, para surpresa geral, é seu companheiro de equipe – que, por sinal, vinha fazendo menos pontos e largando mais atrás.

- Quando a carreira chega àquele ponto em que o piloto mescla juventude com uma boa experiência de pista, ele está em baixa, e é detonado pelo time. Precisa recomeçar em outra equipe. Enquanto isso vê o antigo companheiro disputar o título mundial e ficar com o vice.

- Depois de renascer para a categoria, com sete temporadas nas costas, torna-se de novo uma presença constante nos pódios, embora não tenha carro para vencer. Detona o companheiro de equipe.

- Com mais de cem GPs e nenhuma vitória no currículo, tem um desgosto profundo. Numa corrida maluca, onde os adversários ficam pelo caminho e ele tem condições de dar a primeira vitória ao seu time, o companheiro de equipe faz uma grande prova e fatura o primeiro lugar. A cara de bunda no pódio é evidente.

- A partir daí, torna-se um conceituado segundo piloto. Para sempre.

E aí? Será que a Sra. Sorte voltará a sorrir para este alemão?

4 comentários:

Marcos - Blog da GGOO disse...

Caraca Roque, que pesquisa dos perfis hein??
O Heidfeld tem o tempo a seu favor, é mais novo, ainda dá!!

- IGOR! - disse...

mas ainda falta muito pro heidfeld ser um novo barrichello... e falta, principalmente, braço!!!

Marcos - Blog da GGOO disse...

De acordo, sr. diretor!!

Rodrigo407 disse...

Rubinho fazendo escola...será q ninguém viu o que o Senna fez com o Prost assim q chegou na Maclaren.....essa é a F1 moderna.