segunda-feira, 2 de junho de 2008

É AMANHÃ!

O assunto anda meio esquecido, mas não me refiro a um trecho da letra de "Festa do Santo Reis", sucesso com Tim Maia em 1971. Amanhã, dia 3 de junho, Max Mosley estará nas mãos do Conselho Mundial da FIA. É nas palavras, nas mãos e nas opinões dos homens engravatados da entidade máxima do automóvel que estará o destino do dirigente que preside a FIA desde 1991, quando derrubou Jean-Marie Balestre de seu "trono".

Envolvido num rumoroso escândalo sexual amplamente divulgado pelo tablóide sensacionalista News of The World, Mosley calou-se a princípio e depois confirmou que ele era o personagem da polêmica reportagem. A orgia repercutiu pessimamente entre as entidades filiadas à FIA e Bernie Ecclestone, como se sabe, tentou liderar um movimento entre os construtores, para derrubar o britânico o quanto antes.

O traquinas dirigente garante que permanecerá no cargo, mas não é bem assim que as últimas notícias deixam transparecer. Vários nomes são cotados para a sucessão de Mosley, entre eles o do atual vice-presidente da FIA Marco Piccinini, além de Jean Todt, que até o ano passado era o diretor geral da Ferrari. Jürgen Hubbert, antigo diretor da Daimler-Chrysler, começa a ganhar força na lista de especulações, além de Michel Boeri, antigo presidente do Automóvel Clube de Mônaco.

E mais: até Gerhard Berger e Alain Prost - este, sem dúvida, um dos mais ineptos administradores de equipe de Fórmula 1 dos últimos anos - apareceram como possíveis candidatos. Prost teria a ajuda do ex-primeiro ministro da França, François Fillon, para administrar a entidade: um cuidando da parte esportiva e outro da parte administrativa.

Você, arriscaria um palpite para a sucessão de Max Mosley?

2 comentários:

Marcos - Blog da GGOO disse...

O Max tá naquela de "daqui não saio /
daqui ninguém me tira!!"
Aguardemos o desfecho dessa reunião.
Alguém aposta no Alan "Jean Marie" Prost??

- IGOR! - disse...

FAÇAM SUAS APOSTAS!!!
acho que o "mad max" fica...