segunda-feira, 14 de abril de 2008

GGOO STOCK: PARTE 2

Em um repeteco da última corrida do ano passado, Marcos Gomes venceu a etapa de abertura da temporada 2008 da Stock Car V8, disputada neste domingo (13) em Interlagos.

O piloto da A.Mattheis, que partiu em sexto, conseguiu evitar as confusões das primeiras voltas e, após um bom pit-stop, foi capaz de retornar à pista próximo dos líderes Thiago Camilo e Cacá Bueno, atacando um a um e assumindo a liderança da corrida na 14ª volta.

Camilo e Cacá, os outros que chegaram a liderar a corrida, tiveram de se conformar com as vagas restantes do pódio, em segundo e terceiro.

Já Ricardo Maurício estreou com o pé direito na WA Mattheis ao assegurar o quarto posto. Antônio Jorge Neto e a surpresa Átila Abreu completaram os seis primeiros na etapa, que teve um início caótico, repleto de confusões e batidas.

Logo na primeira volta, Ingo Hoffmann virou abóbora: depois de partir da pole-position, o piloto de 55 anos teve o diferencial de seu carro quebrado e se arrastou até a garagem, sendo obrigado a abandonar. Mas isso depois de perder a primeira posição para Camilo na reta oposta.

E, logo na segunda passagem, aconteceu o acidente mais forte do dia. Após tomar um toque de Ricardo Zonta, Thiago Marques bateu forte na proteção de pneus da descida do lago, ricocheteando para o meio da pista e sendo tocado de leve por Thiago Medeiros.

O carro sem portas e completamente destruído assustou a todos os presentes no autódromo, mas nada passou de um susto: Marques escapou ileso e deixou o carro andando. A quantidade de sujeira no local fez o safety-car ficar na pista por mais quatro voltas.

Segundos após a relargada, mais uma confusão: David Muffato tocou em Luciano Burti, que rodou; na tentativa de desviar, Nono Figueiredo não contava com a presença de Valdeno Brito, tocando, perdendo o controle e acertando em cheio Daniel Serra, que não tinha nada a ver com a confusão e acabou estampando o guard-rail da Curva do Sol.

Enquanto isso, Neto e Cacá foram flagrados pela TV ultrapassando Camilo sob bandeira amarela, mas devolveram logo em seguida para evitar punições. A prova teve um novo início na passagem seguinte, com a ordem dos primeiros colocados permanecendo inalterada.

A primeira movimentação começou na décima volta, com Camilo entrando nos boxes para realizar o pit-stop obrigatório, outra novidade da temporada, retornando para a disputa em décimo. Na pista, Cacá passou Neto com extrema facilidade, assumindo a liderança da corrida.

Duas voltas depois de Camilo, foi a vez de Jorge Neto realizar sua parada e perder a posição para Gomes, com Cacá fazendo o mesmo na 13ª volta, retornando prontamente atrás de Camilo, na segunda posição. No entanto, os dois perderam a posição para um surpreendente Marcos Gomes.

A partir de então, o marasmo tomou conta da corrida e as três primeiras posições permaneceram inalteradas até a prova ser encerrada pelo tempo. Gomes, Camilo e Cacá receberam a bandeirada com uma distância considerável para o resto do pelotão.

Fonte: Grande Prêmio

Um comentário:

Marcos 5-3-3 disse...

O mais importante é que a GGOO!!! estava lá!!
o resto.....é o resto!!