sexta-feira, 11 de julho de 2008

Ferrari e McLaren põem fim ao escândalo de espionagem na F-1

As equipes Ferrari e McLaren divulgaram notas oficiais nesta sexta-feira colocando um ponto final no escândalo de espionagem que assolou a Fórmula 1 na temporada 2007.

Em meio à intensa briga pelo título que envolvia as duas escuderias, descobriu-se que uma grande quantidade de documentos da Ferrari foi encontrada com funcionários da McLaren.

A FIA investigou o caso e resolveu punir a McLaren com uma multa de US$ 100 milhões (cerca de R$ 160 milhões), além da exclusão da equipe do campeonato de construtores.

"Depois do encerramento oficial do caso em dezembro de 2007 pela Federação Internacional do Automóvel (FIA) e do Conselho de Esporte-Motor da FIA, e do pedido de desculpas da McLaren à Ferrari, a McLaren e a Ferrari concordaram em por um fim a todas as disputas entre as duas partes em relação a esse assunto", afirmou a McLaren na nota desta sexta-feira.

"A McLaren também concorda em reembolsar a Ferrari nos custos e gastos relacionados a esta questão", finalizou.

A Ferrari também se pronunciou, aceitando as desculpas e o encerramento das controvérsias entre as partes.

"A Ferrari reconhece os reiterados pedidos de desculpas da McLaren pelos acontecimentos do ano passado. Pensando no melhor interesse da Fórmula 1 e levando em conta o término do processo em dezembro de 2007, (a Ferrari) confirma que aceitou colocar um fim em todas as controvérsias entre as duas equipes", afirmou a equipe italiana.

Para terminar, a Ferrari afirma na nota que vai doar à caridade os valores recebidos da McLaren, mas que manterá o processo contra seu ex-chefe de mecânicos, Nigel Stepney, acusado de ter entregado um dossiê da Ferrari de 780 páginas para o ex-projetista-chefe da McLaren, Mike Coughlan.


Fonte: Terra

2 comentários:

Rodrigo407 disse...

Estando ambas as partes resolvidas os seus interesses, dou lhe uma..duas..três - Caso encerrado!

Mais a corda arrebenta para o lado mais fraco...o cara que recebeu a informação não pega nada.

Tudo pelo bem maior da F1, fora a pajelança das festinhas do Mosley este ano!!!

Marcos - Blog da GGOO disse...

Gostei da parte "a Ferrari afirma na nota que vai doar à caridade os valores recebidos da McLaren".
Primeiro que não precisam disso, segundo que fica bem pra imagem da equipe.
Se é só para fazer o "politicamente correto", não sei, o importante é que fizeram.
Parabéns!!