terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

PRIMEIRAS IMPRESSÕES: A FERRARI VOLTOU!

A cerca de quinze anos assistimos ao mesmo filme, a Ferrari dita as "leis" e as "regras..." Vimos desde a chegada de Michael Schumacher e a reestruturação da equipe, uma Ferrari como nos tempos antigos, dominante e vencedora. Claro que houve derrotas Schumi demorou cinco temporadas para dar o título após 2 décadas de jejum aos tifosis e desde então foram cinco consecutivos.

Até vir a primeira derrota na temporada de 2005. Mudaram as regras, a batalha de Michelin e Bridgestone ficou mais do que acirrada, virou guerra. A proibição da troca de pneu durante as corridas fez com que um carro mecanicamente imbatível virasse um "carro comum". Mas a Ferrari pode errar em uma temporada, mas não errará duas.

Em 2006 a volta da troca dos pneus mostrou a superioridade mecanica dos italianos e trouxe de volta a luta a lenda do cavalinho rampante. Mas com uma diferença, a Ferrari já não era a equipe a ser batida. Schumacher aposentado; Kimi Raikkonen com contrato assinado já no inicio de 2006; Barrichello chutando o balde e rasgando contrato; Ross Brawn decidindo largar a F-1 e se dedicar a prática da pescaria, ou seja, cenário perfeito para tudo voltar a ir para o brejo. Mas estamos falando de Ferrari, de Luca di Montezemolo, e Jean Todt, eles seguraram o rojão e aliado a garra e a vontade de Felipe Massa em surpreendente ascensão e de um Kimi Raikkonen ainda veloz.

Na primeira temporada sem Schumacher a Ferrari mostrou a força de uma equipe, onde todos diziam que o sucesso estaria focado na habilidade incontestável de Schumacher, o título de Kimi Raikkonen e a vitória no caso de espionagem fez provar a capacidade de uma equipe formada para apenas um objetivo, a vitória...

Em 2009 as regras mudaram radicalmente, novamente o regulamento técnico fez a Ferrari perder o rumo das vitórias. Regulamento com dupla interpretação e aliado a restrição da aerodinâmica, fez uma equipe vencedora novamente ter de se acostumar com posições comuns. Tragédia não só comparada ao acidente grave sofrido por Massa, onde os rersultados ruins ficaram em último plano, a Ferrari e o mundo lutava por outra vitória, a vida de seu piloto e membro querido de sua família.

Novamente volto a dizer... A Ferrari pode errar uma vez, mas não errará duas, eles estão de volta, junto com seu filho recuperado e pronto para realizar seus sonhos. Podemos nos reacostumar com o hino italiano no alto do podio e a euforia apaixonante dos tifosis a cada fim de semana da temporada 2010 da Fórmula 1. Fernando Alonso chega para somar com a velocidade de Massa e dar equilibrio a equipe, formando a melhor dupla de pilotos em minha opinião. Resumindo; Eles voltaram...

2 comentários:

Marcos - Blog da GGOO disse...

Grande Dou Juanes, de volta.
Bela análise, tb concordo que os caras não vão brincar esse ano, e os primeiros testes já mostraram isso.

Igor * disse...

realmente são apenas as primeiras impressões... mas tb acho que a ferrari vem fortíssima pra disputar o título em 2010!!!