sábado, 20 de fevereiro de 2010

Jerez Parte 2 – “Terceiras Impressões”

A terceira e penúltima sessão de testes da pré - temporada da F-1 em 2010 continuou da seguinte maneira. Chuva e bandeira vermelha roubando a cena em Jerez de La Frontera

A Quarta Feira foi dominada por Vettel. O “Schumachinho” como o chamo desde o dia de sua estréia pela BMW em Indianápolis ao substituir Robert Kubica, mostrou toda a sua habilidade em condições extremas e cravou a volta mais rápida do dia. Liderando o grupo das favoritas a frente de Mclaren e Ferrari.

Como em todos os testes sob chuva nesta pré - temporada, pouco se muda em relação ao acerto do carro e seu desenvolvimento. Vimos à estréia oficial da Lotus junto com as demais escuderias e o que mais chamou a atenção foi à confiabilidade da equipe malaia, o que é um ótimo sinal. O mesmo não pode dizer da Virgin que a cada treino sofre com panes e falta de peças para reposição, perdendo o tempo valioso de preparação até o inicio da temporada.

A Ferrari como sempre se adiantou a seus rivais e pediu a FIA que na próxima temporada os testes preparatórios sejam realizados em locais quentes, bem longe do inverno e dos dias chuvosos que assombraram as equipes neste inverno, atrapalhando o desenvolvimento e aumentando os custos das escudeiras. Boa idéia, e como seria bom sonhar em ver a F-2011 de Felipe Massa com o numero 1 em Interlagos antes do início da temporada. Sonho é sonho e cada um de nós temos os nossos.

Quinta Feira foi o dia de Barrichello. Com a presença do tempo instável o brasileiro aproveitou o bom rendimento da FW32 e voou baixo cravando a melhor marca do dia. Rubinho ainda sofre com panes hidráulicas que o deixam a pé em suas sessões de desenvolvimento. Nesta quinta feira acompanhamos o primeiro acidente dos ensaios da temporada 2010. O dono da façanha foi Kovalainen, que ao sair do traçado rodou e acertou a proteção de pneus de maneira leve, mas o suficiente para abandonar seu desenvolvimento.

A outra surpresa do dia foi o bom rendimento de Vitaly Petrov. O estreante russo levou seu Renault ao segundo posto da tabela de tempos, superando as favoritas Red Bull, Mercedes e Ferrari. A equipe italiana nesta semana trouxe o segundo chassi no molde da F10. Felipe Massa reclamou da chuva em seus dois dias de treinamento. O brasileiro da Ferrari mostrou sua insatisfação com a impossibilidade de obter informações reais sobre a capacidade da F10. Por fim Massa terminou seu relato dizendo. “É difícil, mas é difícil para todos.”

Finalmente o sol apareceu. E Sexta Feira vimos a provável relação de forças da Fórmula 1 em 2010. Liderança de Mark Webber seguido de Alonso, Button e Hulkenberg a frente de Schumacher. Para quem admira e torce pelo sucesso de Barrichello na Williams podemos dizer, estamos na briga (risos).

Foi um alívio para as equipes testar em pista seca, muitos dados deixaram de ser coletado nos primeiros dias pela inconstância do tempo. Um dos mais prejudicados com o mau tempo foi Felipe Massa, pois Alonso teve condições de pista perfeita para aperfeiçoar o acerto da F10, assim como Vettel em relação a Webber. O melhor de tudo é que cada vez mais ficará acirrada a vontade de superar seus companheiros de equipe, e quem ganha com isso será nós amantes da disputa em alta velocidade.

No grupo intermediário a Force Índia desde o inicio de suas atividades mostrou desempenho constante. Mesmo terminando os dias no meio da tabela de tempos, durante todas as sessões sempre esteve entre os ponteiros. Estratégia ou não, saberemos no Bahrein se a equipe indiana permanecerá evoluindo ano pós ano.

Sábado, dia de sol, pista seca e super veloz. Foi assim que Jenson Button voou e cravou a melhor marca da semana. O único a virar na casa de 1 minuto e 18 segundos. O inglês da Mclaren só não fez chover no último dia de testes. E as equipes agradeceram, pois ninguém mais aguenta conviver com a chuva em Jerez.

A Ferrari no último dia de testes no circuito andaluz trocou o propulsor da F10 comandada por Alonso, dando um gás a mais na evolução de seu equipamento. Com pista seca a maioria das equipes aproveitou para recuperar a quilometragem perdida nos primeiros dias de treinamentos. Alonso e Webber ficaram longe do topo da tabela, mas evidente os dois treinaram “long runs”. Diferente de Button que com stints mais curtos fez a melhor marca da semana.

Algo a destacar é o fato da Mercedes não aparecer entre os três primeiros no fim das sessões, mas sempre terminando entre os seis primeiros. É raro vê-los abaixo desse posto. Se realmente a ordem de força da categoria se resumir em quatro equipes. A Mercedes com certeza estará nesse seleto grupo que brigará pelo título.

Entre o grupo intermediário novamente a Force Índia chamou atenção ao colocar Liuzzi no quarto posto atrás do ótimo desempenho de Kubica segundo e Kobayashi terceiro, graças à quantidade de combustível presente em seus bólidos.

A penúltima sessão de testes chegou ao fim e a tensão da estréia no Bahrein vai aumentando. Com a indefinição de USF1 que já cogita ficar fora dos quatro primeiros grande prêmios e Campos. Pelo menos a equipe espanhola de um passo a frente definindo sua nova gestão e direção. José Ramón Carabante comprou a equipe de Adrian Campos e levou consigo Colin Kolles para gerenciar esportivamente. Agora resta saber se Bruno Senna continuará como piloto da Campos, ou se perderá a vaga de titular para outro piloto com os bolsos cheios de euros e dólares. É esperar e torcer.

E que venha Barcelona, quem sabe no tradicional circuito da Catalunha os mistérios sobre a real velocidade de cada escuderia possam ser desvendados. Ta faltando tempero na salada que virou a pré - temporada de 2010. O novo regulamento trouxe de volta o suspense, e assim acirrando ainda mais a rivalidade entre as escudeiras. Ótima temporada à vista.

3 comentários:

Igor * disse...

em 3 semanas, as respostas!!!

Rodrigo Lopes - O Moconauta disse...

kct... pra quem não conseguiu acompanhar como foi os testes, tá aí um ótimo resumo!!!!

A. ROQUE disse...

Ah sim, fomos surpreendidos novamente.

Mais uma semana de testes e nada de termos alguma pista...

Belo texto, Douglinhas.