quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

VAI CORINTHIANS...PARA A STOCK?

A aliança que o automobilismo tem procurado fazer com o futebol, hoje vista na F-Superliga, tem chance de se tornar real em 2010 na Stock Car, justamente com as duas equipes brasileiras que fazem parte da categoria internacional dos clubes, informa Victor Martins.


Negociações acontecem para que o Corinthians estampe sua marca nos carros de turismo do campeonato brasileiro. Há até um acordo verbal entre as partes, e no caso da equipe paulista envolve o diretor cultural, Duílio Monteiro Alves, o vice-presidente de marketing, Luis Paulo Rosenberg, e o presidente, Andrés Sanchez.

Mas o Corinthians não atuaria diretamente, nem gastaria dinheiro com a Stock Car. A proposta é que seus direitos sejam cedidos a uma agência ou a um representante, que então ficaria responsável pelo envolvimento do time na categoria.

O Corinthians estamparia seus patrocinadores nos carros, diferente do que acontece na Superliga. Mas não necessariamente seria uma extensão das marcas vistas na camisa alvinegra ou roxa — hoje Banco Panamericano, Batavo e Bozzano. Por conta da disputa da Copa Libertadores no ano que vem, o time já tem uma lista extensa de empresas que querem aproveitar a visibilidade do retorno corintiano à competição sul-americana. A Stock Car serviria como uma espécie de refugo das preteridas.

E porque o jornalismo é dinâmico deixo cá a informação complementar daquela história do Corinthians na Stock Car.


O negócio já foi fechado, e as cores dos co-irmãos sem estádio vão ser estampadas na equipe de Ricardo Zonta, a RZ. É a primeira empreitada de um time de futebol no automobilismo nacional.

O Corinthians se lançou no mundo do esporte a motor há dois anos, quando resolveu, ao lado do Flamengo, ser uma das equipes da Superliga. O acordo com a RZ, aliás, foi oficializado nesta semana, com a liberação da categoria europeia para uso da marca Corinthians em um outro campeonato.

E até onde soube de um condor estufado, o centenário Corinthians está de olho em outra categoria nacional. Pra não dizer que está bem próximo de fechar uma parceria com um nome mítico da área.

2 comentários:

Bruno Henrique disse...

Esse comentário "co-irmãos" sem estádio dito pelo colunista do GP não foi muito feliz... mas... VAMOS CORINGÃO!!!!!

Igor * disse...

RONALDO!!!