sexta-feira, 20 de novembro de 2009

GGOO NA F-TRUCK: A SAGA DE UM P.M.I. EM CURITIBA

* Texto Marcelão Vargas
* Fotos: Fabricio & Marcelão


Sábado pela manhã, estava só de olho no relógio, enquanto fazia alguma coisa em casa, pois sabia que devia estar até as 13:00hs no hotel onde estava hospedada a Fernanda Quintão e pegar a credencial que daria direito a ver a F-Truck e mais umas mordomias. Após percorrer uns 12km de casa até o hotel, entrei na rua errada, mais 1,5km até conseguir chegar no hotel as 12:55hs. Putz pensei, só falta perder a hora de encontrar a Fernanda e não conseguir a tão esperada credencial.

Marcelão e Fernanda Quintão

Para minha alegria ao entrar na recepção já dou de cara com a Fernandinha, um docinho mineiro em pessoa, após apresentações formais e explicações do que a credencial daria direito, resolvi ir do hotel até o autódromo ver o Treino Classificatório e o Top Qualifing. Mais uns 11km de percurso, uns 30 graus e eu só pensando em parar para tomar umas Skol´s gelada, cheguei ao autódromo.

Camarote Volkswagen Caminhões e Ônibus

Credencial estufada no peito, fui procurar o camarote da VWCO, aí um segurança me diz que no sábado os camarotes e HC´s não estão liberados e indica um padock coberto, no final do S de Alta, que seria o único lugar livre naquele dia.Fiquei por lá fazendo algumas fotos e vídeos e depois fui dar uma volta pelos box.


Mais fotos e Skol´s (a panorâmica do box que já foi publicada no Blog), fui ver onde realmente ficava o camarote da VWCO, fui dando carteraço com a credencial até que consegui adentrar ao recinto, Ao chegar, percebi que a bagaça ainda estava toda fora de lugar, mesas amontoadas, pedestais sem monitores, caixas espalhadas, freezer carregado mas tudo quente e ninguém na área, tudo bem fiquei ali mesmo, em cima dos box, curtindo a movimentação. Mais fotos e vídeos e aquele monte de Bavária Premium quente sem poder toma-lás. O calor era tanto que fui obrigado a tomar uns sucos e 2 cocas quentes mesmo, na solidão de um camarote só para mim.

Fim do Qualifing, tirei mais umas figurinhas da equipe Volkswagen comemorando a Pole Position e fui para casa, porque já tinha cumprido o meu papel de PMI no sábado.


Domingão, chegou o dia da grande festa, lá pelas 8:30hs já estava fazendo uso das prerrogativas que aquela credencial no peito me facultava.

Direto para o camarote da VWCO, onde lindas e gentis garotas me aguardavam para dar as boas-vindas. De início sou convidado a participar do Concurso Click Truck, onde as garotas gentis e lindas me cedem uma câmera Olympus e um colete tipo fotógrafo profissional para eu ir fotografar o que quisesse durante todo o dia. Bom, posso gastar toda a memória da minha máquina e mais a memória da maquininha que as garotas insistiram que eu levasse. Fui gastar os megabytes.

Até aí nada do seu Fabrício aparecer, já tinha subido e descido, frente e verso dos box, esbanjando megabyte para todos os lados, resolvi dar um pit-stop no camarote para recompor o suor, já que a previsão do tempo errou feio, prevendo chuva no domingo e lá pelas 10:0hs já estava quente e ensolarado. Apareceu o Fabrício com a Anna, falei do tal concurso e ele também pegou mais uma câmera, neste momento acho que tínhamos um terabyte para gastar.

Lá vamos nós fantasiados de fotógrafos profissionais apontando nossas lentes para todos os lugares e buracos inimagináveis. Claro, se achando mais PMI ainda. Depois de trocentas fotos, retornamos ao camarote para molhar a garganta e usufruir das regalias oferecidas a nos PMI´s. Foi neste momento ao retornar para o camarote que ficamos sabendo que o pessoal da VWCO já estava na pista para dar a volta no Truck Teste, voltamos correndo para o box e entramos na pista para aguardar a nossa vez de andar no circuito (o vídeo da nossa volta já foi publicado no Blog). É um dos melhores momentos do evento, quem já participou sabe do gostinho no final, “quero mais”.

Depois disso, fomos churrasquear e bebemorar no conforto do nosso camarote, onde só podiam entrar PMI´s como nós.
Cansei de escrever. Só vou contar a história que rolou na hora de ir embora.

Lá se iam 3 PMI, felizes, cansados, satisfeitos, embalados pelos últimos goles de Bavária Premium, quando a caminho do estacionamento, se deparam com 4 embalagens de tamanhos variados, jogados ao lado da cerca que separa o circuito, da calçada que vai para o estacionamento. O Marcelão e o Fabrício na hora falaram: Vamos levar de lembrança da F-Truck. Esticaram-se, enfiaram mãos e braços pela cerca e conseguiram pegar duas embalagens, simplesmente um parachoque asa dianteira completo e um paralama de um F-Truck.Felizes e contando vantagens do prêmio que estavam carregando, dizendo que o Roque só tem pedaços quebrados de carros de corrida e eles tinham conseguido 2 peças inteiras, embaladas e bem pesadas até para carregar.

Até que chegaram ao carro, aí começou desandar a maionese. Pneu furado, o pára-choque não ia caber no carro, tinham que deixar a peça maior. Foi quando aparecem uns vinte catarinas de um ônibus que estava estacionado a uns 50 metros de nós, dizendo que aquelas peças eram deles. O Marcelão querendo defender os troféus, o Fabrício querendo trocar o pneu e a Anna só olhando aquela muvuca. Final da história, os catarinas trouxeram aquelas peças lá de Santa Catarina para uma das equipes da Truck e depois da corrida jogaram as embalagens pela cerca para alguém da equipe ir pegar, só que quem passou e pegou foram aqueles 3 PMI´s do início da história.

Depois do pneu trocado, voltamos para casa contando que tudo o que passamos naquele dia não iríamos esquecer tão cedo.

Foto Oficial: Anna, Fabricio e Marcelão

Por que naquele dia nos fomos PMI (Pessoas Muito Importantes) ou VIP (Very Important Person)

Obrigado Fernanda Quintão e GGOO.

4 comentários:

Marcos - Blog da GGOO disse...

Belíssimo relato, pelo jeito, foi bem aproveitada a credencial.
Mas e aí, ganharam a briga dos catarinas ou vieram de mãos abanando?

Rodrigo Lopes - O Moconauta disse...

Belo relato mesmo...

Mas e aí, ganharam a briga dos catarinas ou vieram de mãos abanando? [2]

- IGOR! - disse...

Mas e aí, ganharam a briga dos catarinas ou vieram de mãos abanando? [3]

Marcelão Curitiba disse...

Não foi possível trazer o troféu, eram 20 contra 3 e realmente foram eles que trouxeram as peças para uma equipe da Truck.
Ano que vem a gente traz um mini-truck de brinde.