segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

A F-1 E SEUS 3 CARROS...

Muito antes de Bernie Eclestone defender a tese dos 3 carros por equipes, nosso inestimado autor de costelas, Stik, defendeu isso em seu blog.

Nós mesmos já fizemos as nossas considerações.

No entanto, surgiu um fato novo, se são as equipes que fornecem motores que poderiam ter 3 carros, hoje teríamos Ferrari, Mclaren, Toyota e Renault com um terceiro carro nas pistas.

Agora, se esta idéia for aprovada, quem seriam os pilotos destas equipes? Fazendo um exercício de futurologia, acredito em:

Ferrari - Marc Gene
McLaren - Garry Paffet
Toyota - Kobayashi (justificando o programa de desenvolvimento)
Renault - Romain Grosjean

Você mudaria algum piloto?

5 comentários:

Lúcio disse...

Opa..mudaria dois pilotos

Na Ferrari seria o Luca Badoer em reconhecimento por todos os anos de bons serviços prestados como piloto de testes. E na Mclarem, pelos mesmos motivos de Badoer seria Pedro de la Rosa.


Mas ae tem uma coisa, seria interessante ter três carros pois essas equipes teriam vantagem em desenvolver eles, já que os testes são reduzidos.

Abraços

Duff disse...

sei não... não gosto da idéia...

mas enfim... tbm gostaria de ver o Badoer na Ferrari...

Na Renault poderia ser o Di Grassi...

Na McLaren e Toyota tanto faz...

- IGOR! - disse...

na verdade, duvido que isso aconteça!!!
mas seria legal, qto mais carros melhor...

Marcos - Blog da GGOO disse...

A observação do Lúcio foi muito pertinente.
Com os testes reduzidos esse ano, exceto pelos dos custos seria interessante pras equipes mencionadas, pois teriam um carro a mais pra testes e seriam beneficiadas no desenvolvimento dos carros.
E coitado do piloto do 3º carro, só ia ficar nos testes mesmo e na corrida, sofrendo com os testes de estratégia e desenvolvimento.
Mas isso, é apenas minha humilde opinião.
E outra coisa me veio a cabeça: como ficaria a pontuação de construtores, sendo que essas equipes levariam vantagem pelo terceiro carro?
Ainda não li comentário sobre isso, caso a idéia vingue.

Lúcio disse...

Marcos, acredito que deveria ser da seguinte maneira:

Em caso dos três carros terminarem na zona de pontuação, o pior deles não deve marcar pontos para o campeonto de construtores, mas sim para o de pilotos.

Abraços