sexta-feira, 5 de setembro de 2008

O rei da chuva


Bruno Senna conquista mais uma pole

O brasileiro Bruno Senna conquistou uma vantagem importante na luta que trava com o italiano Giorgio Pantano pelo título da Fórmula GP2. Nesta sexta-feira, debaixo de chuva no circuito de Spa-Francorchamps, o vice-líder brilhou e conquistou a pole da abertura da rodada dupla do GP da Bélgica. Pantano, que lidera o campeonato com 71 pontos contra agora 60 de Bruno, sairá em quarto.

Depois de dominar a maior parte do tumultuado qualifying, marcado por inúmeras rodadas e acidentes, Bruno viu o companheiro de equipe Karun Chandhok baixar seu tempo em menos de um décimo, quando a sessão já estava nos segundos finais. No entanto, punido por um incidente no GP de Valência, o indiano perdeu 10 posições no grid e largará em 11º.

"Não foi fácil virar rápido com tantas bandeiras amarelas, mas essa pole foi importante porque consegui os dois pontos de bonificação e diminuir a diferença para o Pantano", comemorou o brasileiro.

Lucas di Grassi, um dos que lutam pela ponta do campeonato, foi obrigado a abandonar a classificação e viu Bruno Senna ter o caminho quase que livre para conquistar a pole. Animado com o início do final de semana no desafiador circuito belga, Bruno não esconde o otimismo com a prova de deste sábado.

"Nosso carro está muito bom, tanto no seco quanto no molhado. Para mim, no entanto, se chover será bom, e quanto mais chuva, melhor ainda. Aí, acho até que dá para abrir uma boa vantagem", comentou. Bruno admitiu, no entanto, que não dá para confiar em qualquer prognóstico meteorológico.

"Se há algo que não funciona em Spa é a previsão do tempo. Pode até chover em uma parte da pista e estar completamente seco em outra", lembrou. Com 7.004 metros de comprimento, o lendário circuito das Ardenas é o mais longo do calendário.

1. Bruno Senna (Brasil), iSport, 2min15s550
2. Álvaro Parente (Portugal), Supernova, 2min16s100
3. Romain Grosjean (França), ART GP, 2min16s280
4. Giorgio Pantano (Itália), Racing Engineering, 2min16s291
5. Andreas Zuber (Áustria), Piquet Sports, 2min16s370
6. Sébastien Buemi (Suíça), Arden, 2min16s786
7. Mike Conway (Inglaterra), Trident, 2min16s853
8. Andy Soucek (Espanha), Supernova, 2min16s958
9. Pastor Maldonado (Vnezuela), Piquet Sports, 2min17s310
10. Valery Petrov (Rússia), Campos Team, 2min17s374
11. Karun Chanhok (Índia), iSport, 2min15s489*
12. Alberto Valério (Brasil), Durango, 2min17s587
13. Davide Valsecchi (Itália), Durango, 2min17s757
14. Diego Nunes (Brasil), DPR, 2min17s897
23. Carlos Iaconelli (Brasil), BCN, 2min22s089
26. Lucas di Grassi (Brasil), Campos Team, s/tempo

* Chanhok foi punido por um incidente no GP de Valência e perdeu 10 posições no grid, largando assim em 11º.

---

Juro que na 1ª vez que vi esse garoto, pensava que ele não tinha futuro nem na Stock Car. Agora, depois de 2007 e 2008, minha visão está totalmente mudada, creio que a de vocês também. E não podemos esquecer do Di Grassi, que apesar de largar em último, briga pelo campeonato.

Um comentário:

- IGOR! - disse...

o bruno senna vem fazendo uma boa temporada... mas HOJE acho o di grassi o piloto mais preparado entre os pilotos que disputam a GP2 para assumir uma vaga na F1!!!